A Nossa História

Como
tudo
começou

No início dos anos 60, um jovem sueco chamado Bertil Hult viajou para Inglaterra pela primeira vez. Disléxico, a escola sempre foi um desafio para ele. Mas ele ficou surpreso ao perceber o quão facilmente ele aprendeu inglês na Inglaterra.

Bertil convenceu-se de que o ensino tradicional na sala de aula não era sempre o mais eficiente. Em 1965, ele decidiu começar uma pequena empresa chamada Europeiska Ferieskolan (Escola Europeia de Férias ou EF) que unia a aprendizagem de uma língua com viagens ao estrangeiro. Ele chamou o programa de “Språkresor”, ou Estudo de Línguas no Estrangeiro, que forneceu uma das primeiras experiências práticas, fora da sala de aula, em todo o mundo.

Hoje, a aprendizagem prática é a base da educação moderna. Para a EF, essa tem sido a filosofia por trás de cada um de nossos programas há 50 anos. Essa forma simples, porém eficiente, de aprender tem ajudado a tornar-nos a maior organização educacional do mundo.

Apesar de ser difícil de imaginar hoje em dia, viajar para o exterior para aprender inglês era um conceito radical em 1965. Foi necessário que um estudante universitário disléxico tivesse essa ideia.